Domingo, 9 de Abril de 2006

A Lua

Noite escura

Duas ou três luzinhas brilham tímidas

Tão distantes que parecem frágeis

Olho a Lua Mágica

Vejo o que vês da tua janela

 Repara como se torna singela sendo única,

 daqui do ponto onde me encontro...

Partilho-a contigo,

 sei que estás aí!

rabiscado por Lisa às 23:23

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De leitor/a a 15 de Abril de 2006 às 04:32
SERENATA SINTÉTICA — Rua torta. Lua morta. Tua porta. (Cassiano Ricardo)Hotmale.come
(http://paixaosobretela.blogs.sapo.pt/)
(mailto:renatofscardoso@sapo.pt)
De leitor/a a 14 de Abril de 2006 às 11:12
:)) Estas tuas palavras disseram-me tanto, emmita... A lua é a minha viagem. Um beijo de lá... :)Carla
</a>
(mailto:carla.pedro@gmail.com)
De leitor/a a 12 de Abril de 2006 às 17:27
Por acaso estava aqui de passagem.... e digo-lhe miss Ella que nunca tinha visto uma lua tão bonita às 17.25 da tarde.
:)))
jinhos ( sem baton )bapsi
</a>
(mailto:bapsi@hotmail.com)
De leitor/a a 11 de Abril de 2006 às 23:52
:) A lua, misteriosa, bela, cúmplice dos amantes. É só espreitar lá fora e pensar que o outro até pode estar longe, mas esta visão torna tudo perto. Lindo, lindo, lindo. :)
Beijokinhas da,
BiaBia (min_lx)
</a>
(mailto:misa1414@hotmail.com)
De leitor/a a 11 de Abril de 2006 às 17:36
Não sei como percebeste k estava aki, mas sim, confirmo, estou aki!
Podias ter dito k era teu este blog tão lindo.

Não deixarei de te visitar mais vezes.

BeijinhosImSo
</a>
(mailto:alexandreper@clix.pt)

Comentar post