Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005

Beleza quase eterna...



Foto EMMEP

Esta rosa tem uma mãe tão antiga que nem sei com quantos orvalhos ja regou sua folhas
Pé tosco e gasto, onde frágeis hastes teimam em romper
com botões perfumados ...
rabiscado por Lisa às 02:41

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De leitor/a a 25 de Dezembro de 2005 às 06:19
"É preciosa como...tu" e com esse teu perfume de amizade nos fazes sorrir pelo aroma que nos dás :-))) A rosa se soubesse ler de certeza que sorriria também! Beijinhos, parceira!ferrus
(http://ferrus.blogs.sapo.pt)
(mailto:ferrus1@gmail.com)
De leitor/a a 18 de Dezembro de 2005 às 23:25
É preciosa... como tu :) Carla
</a>
(mailto:carla.pedro@gmail.com)
De leitor/a a 9 de Dezembro de 2005 às 17:50
Fizeste-me lembrar ... a minha mãe, que tem um roseiral e anda sempre de volta das rosas dela. Claro que ela também é uma rosa linda, tal como tu. Enfim. Mas a natureza tem coisas engraçadas, logo a rosa havia de ter espinhos. Não há bela sem senão.Nuno
</a>
(mailto:asd@asd.pt)
De leitor/a a 5 de Dezembro de 2005 às 18:35
Rosa tão linda!! Viçosa...é uma miragem para quem a observa...parece verdadeira!!
Lindo o que escreveste sobre ela.....
Bj...............................gesto.de.mulher
maria
</a>
(mailto:maria.valadas@hotmail.com)
De leitor/a a 2 de Dezembro de 2005 às 18:18
Tão linda a tua rosa de mãe antiga!!!Dulce
(http://tzero.blogs.sapo.pt)
(mailto:luzluzluz4@hotmail.com)

Comentar post